ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Notícias

Como enfrentar o vilão da economia de energia, o inverno

Com a chegada do inverno, a conta de luz pode pesar um pouco mais no fim do mês. As lâmpadas ficam acesas por mais tempo, os banhos costumam ser mais quentes e até mais longos, o uso de aquecedores aumenta e os equipamentos usados costumam ter uma potência maior, nessa época do ano. Dessa forma, o consumo de energia aumenta, logo é preciso adotar medidas para economizar e não levar um susto no fim do mês.

Confira algumas dicas que separamos:

No banho quente

O chuveiro elétrico é responsável por até 35% dos gastos numa conta de luz na família brasileira. No inverno, costuma ser o maior consumidor de energia de uma casa durante o inverno. A primeira, e mais simples, dica é evitar os banhos logos. Em seguida, vale diminuir a potência do chuveiro. Contudo, procure se ensaboar com o chuveiro desligado e ligue apenas para se enxaguar. Acredite, pequenas mudanças de comportamento fazem a diferença.

Lâmpadas fluorescentes ou de LED e iluminação natural

Como no inverno, há menos horas de luz solar, trocar as lâmpadas é uma alternativa para evitar que a conta de luz venha mais cara do que você esperava. As lâmpadas incandescentes são as mais comuns e têm o menor preço, mas são as que mais gastam energia. Por isso, investir na substituição delas por lâmpadas fluorescentes ou de LED representará uma economia significativa.

A fluorescente faz você economizar no valor final da conta de luz porque ela gasta 80% menos energia do que a incandescente. A LED diminui ainda mais a conta de luz, mas como o preço do produto é muito maior, dependendo do modelo, chegando a quase R$ 30 de diferença, você não economiza tanto em um ano ou dois. Elas valem a pena se você encontrar modelos com durabilidade de cinco anos e que tenham garantia por esse período. Visto que a fluorescente dura menos tempo, você demoraria mais para trocar a lâmpada de LED e, dessa forma, economizaria dinheiro em um prazo maior.

Ah, e vale lembrar: não se esqueça de apagar as luzes! Aproveite a luz natural, abra as janelas e cortinas durante o dia. Se as paredes da sua casa forem de cores claras, vão refletir melhor ainda a luminosidade.

Desligue os aparelhos eletrônicos

Quando não estiver usando o computador ou a televisão, desligue-os. Não vale nem deixar em stand by! É muito comum deixar estes equipamentos ligados ininterruptamente. Se não tiver ninguém assistindo, retire a TV da tomada, ou se for dormir, programe o timer (desligamento automático). A recomendação para os computadores é desligá-los caso fiquem mais de 2 horas sem utilização e o monitor em apenas 15 minutos. Não esqueça do celular também! Um hábito muito comum é deixá-lo carregando durante a noite, enquanto dormimos. Isso faz com que ele puxe muito mais energia que o necessário. Carregue-o apenas até a bateria encher.

Economizando com a máquina de lavar roupa e a geladeira

A máquina de lavar de roupas está na lista de eletrodomésticos indispensáveis em casa e a geladeira, além disso, entre os que precisam ficar ligados continuamente. Portanto, é preciso tomar alguns cuidados, para estes aparelhos não se tornarem os vilões da conta de luz.

Com a geladeira, é importante evitar abrir a porta desnecessariamente e toda hora. Vá com tudo que precisará pegar em mente, e retire todos os alimentos de lá de uma vez só. Toda vez que abri-la, entrará um calor, que fará com que o motor do equipamento gaste mais energia para resfriá-la novamente. Dessa forma, não guarde nada quente no interior da geladeira também, para ela não precisar trabalhar ainda mais para voltar a temperatura interna ideal.

Conjuntamente, é necessário ficar de olho se a borracha de vedação da porta está em boas condições e cumprindo sua função de isolar o interior da geladeira. Bem como, fundamental ter cuidado ao colocar roupas e sapatos para secar na parte traseira dela, uma vez que pode atrapalhar o funcionamento ideal dela e fazer com que gaste mais energia.  

Na hora de lavar roupa, procure utilizar a capacidade máxima da sua máquina e acumule o máximo de peças possível para usar a máquina a menor quantidade de vezes possível, sem ter que ligá-la várias vezes na semana. Aqui, além da energia, você inclusive economiza água.

Estes equipamentos também possuem modelos mais econômicos. Se essa for uma opção que cabe no seu bolso, vale pensar em fazer a substituição.

Pronto! Agora você está pronto para economizar neste inverno e não se assustar com a conta de luz no fim do mês. Na sua casa, você já tem economizado de alguma forma nestes dias mais frios? Conta pra gente as suas dicas!