ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Notícias

Como escolher a tinta correta para a casa

Ao construir ou reformar algum espaço, prestar atenção na escolha correta das tintas faz toda a diferença, já que produtos inadequados acabam descascando e perdendo a cor rapidamente, tendo baixa durabilidade. Falaremos melhor sobre esse assunto no post de hoje, confira a seguir!

Não é tão simples pintar um condomínio, já que há muitas necessidades diferentes, dependendo da área em questão, além da concordância da maioria, que é necessária. Por isso, ao optar por pintar um local do prédio, deve-se tomar cuidado com os diferentes tipos de acabamentos e cores disponíveis.

Visando a resistência e a durabilidade, os responsáveis pela compra da tinta devem observar se, primordialmente, o produto que estiverem comprando atende ou não a necessidade da área específica. Caso não saiba identificar isso, a pessoa precisará de um apoio técnico.

Além disso, para a pintura em si, devem ser contratados profissionais especializados, já que o processo começa antes mesmo da aplicação da tinta, com a verificação e preparação da base, coisa que passa despercebida inclusive por muitas empresas de pintura.

Para a pintura de fachadas, por exemplo, que é algo demorado, pois demanda um trabalho cuidadoso e detalhista, é necessário que a parede seja lavada e as fissuras vedadas, antes de aplicar a tinta. Exatamente por conta disso, profissionais experientes e capacitados são essenciais.

Para escolher a tinta correta (já que cada uma existe para um fim específico), é preciso avaliar as questões referentes à exposição ao sol e à chuva, abrasividade, lavabilidade, retenção de cor, proteção da superfície contra calor, fogo e contaminações, entre outros fatores.

São recomendadas, para as áreas comuns, tintas especiais para a pintura das portas corta-fogo e corrimãos das escadas, como, por exemplo, a tinta antichamas, que, no caso de algum incêndio, ajuda a retardar as chamas, aumentando o tempo de evacuação daquela área.

Já para as paredes internas, são recomendadas as tintas epóxi, isentas de cheiros e com grande poder de lavabilidade e retenção de cor. Para pisos das garagens, quadras e playgrounds, opte pela linha epóxi de alta resistência – que possui muitas opções de cores.

Em relação ao pagamento dos funcionários que farão a pintura, aconselha-se a nunca pagar antecipadamente, já que os empregados das empresas só recebem, de qualquer maneira, depois. Explicite no contrato que a última parcela do pagamento somente será feita depois que forem retirados todos os entulhos e que a área estiver totalmente limpa e sem respingos de tinta.

Com essas informações e dicas, esperamos que tenha ficado mais seguro escolher as tintas e realizar as pinturas tanto de espaços internos, como externos, da sua própria casa, ou mesmo do condomínio. Lembre-se que contratar profissionais adequados e bem indicados é fundamental.