ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Notícias

Cuidados com as piscinas em condomínios: início da temporada de calor redobra atenção

Com o verão se aproximando é comum o aumento do fluxo de pessoas nas piscinas de condomínios residenciais. Por isso, alguns cuidados são essenciais para prevenir acidentes e manter a limpeza do local. A piscina em condomínio, assim como em outras áreas comuns do condomínio, deve oferecer aos moradores e visitantes instruções de uso. Para evitar transtornos, é necessário que as regras sejam definidas em Assembleia e disponibilizadas a todos os condôminos no regimento interno.

Normalmente, quando se fala a respeito de cuidados necessários com as piscinas em condomínios, pensamos apenas no processo de limpeza e manutenção. No entanto, um dos maiores cuidados que devem ser tomados é em relação à segurança.

Pelo fato do síndico responder civil e criminalmente por tudo o que acontece no condomínio, é de fundamental importância que o responsável pela gestão condominial tenha cuidado redobrado com relação à segurança, manutenção, limpeza e funcionamento desta área de lazer. O cuidado deve ser redobrado, especialmente no verão, afinal nessa época do ano é comum a incidência de doenças decorrentes da falta de tratamento adequado da água na piscina de condomínios, como micoses, conjuntivite e hepatite.

Confira a seguir algumas orientações para manter a segurança e higiene do local.

1. VERIFIQUE O REGIMENTO DO CONDOMÍNIO

Esse é um importante documento no qual devem constar regras e condutas que precisam ser de conhecimento de todos para preservar a boa convivência e a segurança.

O regimento deve prever situações que podem ocorrer e de que forma preveni-las, aumentando a segurança para piscinas em condomínios.

2. OBEDEÇA O HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Com a correria do dia a dia, certamente, o que todo mundo quer é aproveitar ao máximo os momentos de lazer, certo? Muitas vezes, querendo curtir só mais alguns minutos, as pessoas podem colocar a sua própria segurança em risco.

O horário de funcionamento da piscina é estabelecido para o bem de todos, por levar em consideração fatores como iluminação, horário de manutenção e suporte de funcionários, por isso, ele deve ser respeitado: sem exceções!

3. JAMAIS DEIXAR CRIANÇAS DESACOMPANHADAS

Nas piscinas, é preciso ter um cuidado especial com as crianças. Jamais permita que elas fiquem nessa área sem a supervisão de um adulto. Se você constatar que alguma criança está sozinha, comunique o síndico para que ele chame os pais dela imediatamente.

4. CERTIFIQUE-SE DE QUE O CONDOMÍNIO TENHA UMA CAIXA DE PRIMEIROS SOCORROS

Uma das formas de manter a segurança nas piscinas em condomínios é contar com uma caixa de primeiros socorros para prestar um atendimento inicial em casos de acidentes.

A existência e a localização desse kit devem ser de conhecimento de todos os funcionários e moradores, e ele deve estar sempre bem equipado.

5. NÃO ENTRE NA PISCINA APÓS INGERIR BEBIDAS ALCOÓLICAS OU COMER EM EXCESSO

Essas atitudes podem colocar a sua segurança e a das outras pessoas em risco. Bebidas alcoólicas e piscina não combinam, pois os reflexos de quem ingere a bebida ficam reduzidos.

Outro cuidado importante é evitar comer em excesso e ir para a piscina para não correr o risco de ter um mal-estar.

6. NÃO CORRA OU MERGULHE DE CABEÇA

Correr ao redor da piscina é bastante perigoso, já que a área pode estar úmida, favorecendo quedas e acidentes graves.

Outra dica de segurança para piscinas em condomínios é não mergulhar de cabeça, afinal, a transparência da água pode causar uma falsa sensação de profundidade.

7. NÃO ENTRE NA PISCINA DURANTE TEMPESTADES

Piscina, raios e tempestades são uma combinação perigosa e que pode ser mortal. Não corra riscos desnecessários e evite nadar durante as tempestades.

Para aproveitar o que há de melhor na área das piscinas do seu condomínio é essencial levar a segurança ao pé da letra. Dê o exemplo, até mesmo para que as crianças compreendam qual postura devem adotar quando estiverem nessa situação. Assim, a convivência de todos será mais harmoniosa e a segurança nas piscinas estará garantida.

Agora que você conhece algumas medidas para garantir a segurança para piscinas em condomínios, aproveite esse espaço com muito mais qualidade e tranquilidade!

Fonte: Nautilus